top of page
Rechercher
  • Rita

5º Aniversário

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,

mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo.

E que posso evitar que ela vá a falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e

se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar

um oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um 'não'.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo…

Fernando Pessoa


Queridos alunos e amigos ✨,

No sábado, 2 de Julho de 2022, o Padma Yoga Shala🌿 celebrará o seu

5º Aniversário.

Para quem desejar e puder estar presente, a nossa manhã terá :

- Auto-prática -

das 8h00 às 10h30

- Conversa informal e Perguntas/Respostas -

das 10h30 às 11h00

- Pequeno-almoço partilhado -

(vegetariano e preferencialmente saudável 😉)

a partir das 11h00


 


Você tem o direito de executar o seu dever prescrito, mas não tem o direito aos frutos da acção. Jamais se considere a causa dos resultados de suas actividades, e jamais se apegue ao não-cumprimento do seu dever.

Bhagavad-Gītā, II, 47


Apesar de inevitável (como parte integrante do meu svadharma [स्वधर्म], da minha Missão de Vida), o processo de “gestação” e de “concretização” de toda a arquitectura e estrutura do Padma Yoga Shala🌿 não foi um processo fácil. E, sinceramente, manter o espaço aberto e a “chama” acesa ao longo dos últimos anos, também tem sido uma verdadeira aventura…

Toda a estrutura do Shala🌿 assenta em valores mais elevados e nos Yama/Niyama (os dois primeiros membros do Yoga) e, no contexto da sociedade actual, a maioria das pessoas interessadas por esta filosofia e prática, conhece e/ou interessa-se apenas pelo terceiro dos seus membros, o āsana, a postura. Para essas pessoas, a forma como transmito os ensinamentos do Yoga, na sua integralidade e integridade, pode parecer demasiado esotérica, intensa ou mesmo assustadora…


É preciso muito, muito, MUITO bom karma, para uma pessoa chegar a ter vontade de conhecer Deus.”

Paramahansa Yogananda


 


O Yoga É o que É. Eu Sou o que Eu Sou. E o Padma Yoga Shala🌿 É o que É, assente e enraizado nos princípios das Leis Universais e da Ordem Cósmica (Dharma धर्म). Não me imagino percorrer este caminho de outra forma e não tenho qualquer intenção de me afastar destes valores, do meu alinhamento ao Dharma e à Consciência Universal Divina ou da minha integridade, unicamente para encontrar um pouco mais de conforto ou de facilidade no meu dia a dia.


Um homem não pode fazer o certo numa área da vida,

enquanto está ocupado em fazer o errado em outra. A vida é um todo indivisível.

Mahatma Gandhi


 

Mas, porque estou plenamente consciente do que implica este meu compromisso com o Yoga e o seu objectivo, mokṣa (मोक्ष), a Libertação da Consciência (não há nada que seja mais precioso aos “olhos” do meu Coração, que esta possibilidade de Libertação da Consciência, não só para mim, mas para TODOS os seres!) e as inevitáveis consequências das minhas escolhas e decisões, tal como referido na última Newsletter, é sempre uma excelente surpresa para mim 😊🙏✨, quando constato que conseguimos sobreviver JUNTOS a mais um ano, apesar de tudo o que está a acontecer no mundo e que ainda temos razões para celebrar a nossa Presença e a nossa Luz, neste espaço e neste tempo! Ser capaz de manter o centro, o alinhamento e a integridade neste mundo insano, sem medo de expressar e encarnar uma visão alternativa do mundo, é definitivamente uma imensa fonte de Gratidão e motivo de Celebração!


Não percas mais tempo a discutir sobre o que deve ser um homem bom. Sê um.

Marco Aurélio



 

Alguns de vós já percorrem este caminho comigo há alguns anos (alguns mesmo antes do Padma Yoga Shala🌿 se ter manifestado na matéria) e puderam não só acompanhar, como também viver toda a (R)evolução que foi acontecendo dentro do Shala🌿 e dentro de cada um de nós, à medida que nos entregávamos à prática de Yoga, com , Coragem, Confiança e Desapego, dentro e fora do tapete, neste mundo repleto de inversões de valores e de interferências.


Sem dúvida, nada há de mais natural, hoje em dia, do que ver as pessoas trabalharem de manhã à noite e optarem, em seguida,

por perder nas cartas,

no café e em tagarelices o tempo que lhes resta para viver. Mas há cidades e países em que as pessoas, de vez em quando, suspeitam que exista mais alguma coisa.

Albert Camus



É importante não esquecer que este é um caminho difícil e que nem todos estão dispostos a percorrê-lo, pelo menos não da forma como vivo e transmito estes ensinamentos e não com a intensidade que o ambiente do Shala🌿 proporciona, devido à sua estrutura energética e vibratória… É muito mais fácil mantermo-nos na superfície do que representa verdadeiramente esta prática, filosofia e modo de Vida, do que entregarmo-nos a ela de corpo e alma, com dedicação e devoção, até que possamos libertar-nos definitivamente das causas do sofrimento (kleśa क्लेश) e relembrarmo-nos de Quem Somos, da nossa Verdadeira Essência, num reencontro único com a Consciência Universal Divina dentro do nosso Coração. Digo-me muitas vezes que se fosse fácil alcançar a maestria dos Yama/Niyama, do Prāṇāyāma, da Meditação ou do Samādhi, isso estaria certamente amplamente documentado no Instagram, provavelmente vestido com as leggings da moda… 😉😂


 

Dentro do meu Coração, sinto profundamente em cada uma das minhas células, que o Yoga não é algo que fazemos, mas sim o que Somos. Para chegarmos ao centro de nós mesmos, precisamos de desconstruir as nossas crenças, desfazer todas as certezas sobre quem pensamos que somos, sobre o que pensamos sobre os outros, sobre o planeta em que vivemos ou a forma linear como olhamos para o Tempo e a História da Humanidade. Precisamos remover todos os véus da ilusão (avidyā अविद्या), que criam este sentimento de individuação e nos cortam do Divino que realmente somos, através da manifestação do ego (asmitā अस्मिता), dos apegos (rāga राग) e repulsas (dveṣa द्वेष), dos medos (abhiniveśa अभिनिवेश)…

Espero que, dentro do vosso Coração, consigam valorizar todo o empenho, esforço e tempo dedicado à vossa prática de Yoga, dentro e fora do tapete, mesmo quando por vezes parece que não conseguimos avançar ao ritmo “esperado” ou “desejado”. Espero que consigam, nesses momentos de apego, largar as vossas expectativas, manter a e a Confiança e entregar, de Coração Aberto, os frutos das vossas acções a Deus (Īśvarapraṇidhāna ईश्वरप्रणिधान).


Inspire, e Deus aproxima-se de você.

Contenha a inspiração, e Deus permanece com você.

Expire, e você aproxima-se de Deus.

Contenha a expiração, e entregue-se a Deus”.

Sri Tirumalai Krishnamacharya



 

Nesta Vida de Yoga, passamos muito, muito, muito tempo a desconstruir as velhas crenças e ilusões, para depois poder então construir novas fundações, mais saudáveis, mais harmoniosas, em equilíbrio e de acordo com a Ordem Cósmica (Dharma धर्म). Este processo que pode ser imediato, mas a maioria das vezes leva muito tempo e necessita muita dedicação, nem sempre se vê a “olho nu”. Pode ter os seus avanços, mas também estagnações e retrocessos. No final, nunca se trata de colocar o pé atrás da cabeça, mas sim da forma como nos relacionamos connosco mesmos, com os outros e com o mundo que nos rodeia. É na vida quotidiana, é no dia a dia, é na forma como cuidamos de nós mesmos, é na forma como tratamos os outros (incluindo o Reino Mineral, Vegetal e Animal!), que os frutos de uma prática estável e constante de Yoga se manifestarão, revelando toda a Força, Flexibilidade e Capacidade de Adaptação, de Preservação e de Desapego, que o Yoga nos conferiu, muitas vezes de forma discreta e subtil, ao longo dos anos.


O SUCESSO do yoga não reside na capacidade de realizar posturas, mas em como isso muda positivamente a maneira como vivemos a nossa vida e os nossos relacionamentos.”

TKV Desikachar


 

Em mim e no Padma Yoga Shala🌿 enquanto extensão de mim mesma e de todos os meus “envelopes” [corpo físico e os outros mais subtis - kośa कोश)], este processo está longe de estar terminado. Mas, com muita Coragem, Paciência, Humildade, Fé, Energia, Memória, Concentração e muitas, muitas tomadas de Consciência (alta inteligência), sinto que está bem encaminhado… Já sabem que o tempo dos guru (गुरु) chegou ao fim. Agora, é tempo de cada um assumir a sua Responsabilidade Pessoal, e de colocar as mãos à obra, para podermos caminhar juntos, lado a lado, pavimentando novos caminhos, em União (Yoga योग) e com muito Amor (Preman प्रेमन्), de forma a encarnar a mudança que queremos ver manifestada no Mundo. E isto, tudo isto, é apenas possível graças a todos vós, à vossa Dedicação, à vossa Presença, à vossa Participação Activa e Responsável! Muitas vezes já me ouviram dizer que a “praticante” existirá sempre, enquanto durar esta minha encarnação. No entanto, a “professora” só pode existir se houver quem esteja interessado em receber e acolher o tanto que tenho dentro do meu Coração para transmitir… Só podemos Dar, se houver alguém para Receber… E, de certa forma, só podemos dar, se também soubermos e nos autorizarmos a receber. A eterna procura do Equilíbrio… Assim, a celebração deste 5º Aniversário, como todos os aniversários precedentes e futuros (caso seja essa a Vontade Divina), é dedicada a cada um de vós, que recebem e acolhem, também através de mim, cada dia, os ensinamentos do Yoga, para que aquilo que ressoa convosco possa finalmente trazer à superfície o Conhecimento de vós mesmos! A Verdade vem sempre de dentro para fora, não se esqueçam.


Com toda a minha Gratidão, todo o meu Carinho, todo o meu Amor! 🙏💙🙌


 

📷 de Tânia Mendes - Full Light Photography Workshop com Harmony Slater



Quem já passou por outras celebrações de aniversário no Padma Yoga Shala🌿, sabe que normalmente costumo dar uma aula e, em seguida, tomamos um pequeno almoço vegetariano e saudável, com as maravilhosas iguarias que cada um traz para partilharmos todos juntos (cada ano que passa, vocês esforçam-se mais e mais e têm sido uma verdadeira delícia desfrutar da vossa imaginação e criatividade culinária! 🍉🥑🥗🎂).

Mas, este ano, decidi que não vou dar aula. Este ano, o Shala apenas estará aberto entre as 8h00 e as 10h30 para auto-prática (porque a Energia da nossa prática também pode ser partilhada com os outros e eu lá estarei para Partilhar a minha energia com todos aqueles que estejam dispostos a partilhar a sua energia comigo). Como disse mais acima, todos presentes enquanto simples praticantes, lado a lado e com o Coração Aberto, pavimentando novos caminhos, em União (Yoga योग) e com muito Amor (Preman प्रेमन्), de forma a encarnar a Mudança que queremos ver manifestada no mundo. Enquanto houver espaço, vamos colocando os nossos tapetes, já se sabe que não precisamos de mais espaço, além do próprio espaço do nosso tapete!

Em seguida, arejamos a sala durante 30 minutos (partindo do princípio que seremos muitos, que haverá muito calor e muita transpiração e que será necessário arejar… 😂) e durante esse tempo, aproveitarei para conversar um pouco convosco sobre Yoga e responder a alguma questão que tenham para colocar, caso assim o desejem. A partir das 11h00, podemos então partilhar o nosso pequeno-almoço, como fazemos habitualmente. Cada um pode trazer comida ou bebidas para partilhar (vegetariano já se sabe e, de preferência, saudável)! Como de costume, é importante trazer também os recipientes e utensílios para podermos comer e beber e a toalha para colocarmos no chão, mas a maioria já está bem habituado a estes nossos piqueniques, por isso já sabe tudo isto (já não fazemos há algum tempo, têm tantas saudades como eu? 🙏😊).

Respeitaremos este horário, de forma a não interferir com outras actividades pessoais e familiares que possam ter programadas, mas obviamente, podem chegar quando quiserem e partir quando quiserem e participar na prática, na conversa e/ou no convívio, apenas se ressoar com o vosso Coração, se sentirem um apelo da Alma a estar presentes e se tiverem, é claro, disponibilidade para isso.


O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar.

Sócrates


 

Deixo-vos a minha mais profunda e sincera GRATIDÃO pela vossa leitura e atenção e peço-vos que, como de costume, acolham apenas o que ressoa convosco e coloquem de parte tudo o resto!! Com todo o meu amor e carinho, desejo-vos coragem, bons questionamentos e boas práticas… Dentro e fora do tapete! Para que um dia, possamos ver no mundo, a mudança que ocorre em nós através do Yoga!

Namaste 🙏💙✨ Rita


 

ॐ लोकाः समस्ताः सुखिनो भवन्तु

ॐ शान्तिः शान्तिः शान्तिः॥

Om lokā samastā sukhino bhavantu

Om śāntiḥ śāntiḥ śāntiḥ

Om

Que todos os seres, em todos os lugares, sejam felizes.

Que haja Paz, Paz, Paz.



bottom of page