top of page
Rechercher
  • Photo du rédacteurRita

6º Aniversário

Se queres despertar toda a humanidade, então desperta a totalidade de ti mesmo. Se queres eliminar o sofrimento no mundo, então elimina tudo o que é sombrio e negativo em ti. Na verdade, o maior presente que tens para dar é o da tua própria auto-transformação.

Lao Tzu



Queridos alunos e amigos ✨,

No domingo, 2 de Julho de 2023, o Padma Yoga Shala🪷🌿 celebrará o seu

6º Aniversário.

Para quem desejar e puder estar presente, este ano proponho simplesmente :

- Cantarmos juntos o Gāyatrī Mantra, 12 vezes -

a partir das 8h00 e continuar em seguida com um

- Jāpa (जाप - repetição) do som sagrado Oṁ (ओम्) -

até às 9h00

- Conversa informal e/ou Perguntas/Respostas -

das 9h00 às 10h00

- Pequeno-almoço partilhado -

(vegetariano e preferencialmente saudável 😉)

a partir das 10h00



ॐ भूर्भुवः स्वः । तत्सवितुर्वरेण्यं ।

भर्गो देवस्य धीमहि धियो यो नः प्रचोदयात् ॥


Oṁ bhūr bhuva svāḥ || tat savitur vareṇyam |

bhargo devasya dhīmahi | dhiyo yo naḥ pracodayāt ||


Oṁ. Contemplemos o esplendor do divino Sol vivificante,[invariavelmente] presente na terra, na atmosfera e no céu. Que ele ilumine a nossa visão.”


 


Quando me deparo com experiências difíceis, olho primeiro para dentro de mim próprio para compreender o seu significado. Não culpo as circunstâncias, nem tento corrigir ninguém. Procuro eliminar da cidadela da minha alma tudo o que a impede de se manifestar em toda a sua força e sabedoria. Este é o modo de vida que conduz ao sucesso.

Paramahansa Yogananda


Porque este ano tem sido tão intenso, sinto necessidade de assinalar esta data de aniversário do Padma Yoga Shala🪷🌿de uma forma diferente, mais tranquila e meditativa... Assim, na companhia daqueles que sentirem como justo estar presentes neste dia, a proposta é cantarmos mantras (मन्त्र), juntos e em círculo. Primeiro, recitaremos o ☀️ Gāyatrī Mantra ☀️, 12 vezes, a partir das 8h00. Vamos ver se conseguimos encontrar alguma harmonia ao fazê-lo todos juntos!😉😂 Em seguida, continuamos simplesmente com o som sagrado Oṁ, cada um ao seu próprio ritmo, até às 9h00. Recitamos, cantamos, meditamos... ✨ॐ✨ Podem chegar quando quiserem, desde que consigam entrar no espaço de forma silenciosa e sem perturbar a energia do grupo (como disse há uns dias, "sem respingar"!), mas saibam que o efeito é sempre diferente quando chegamos um pouco antes e nos autorizamos a acalmar a mente e criar efectivamente uma intenção de Īśvarapraṇidhāna, de devoção a Deus, a Īśvara, a divindade dentro do nosso Coração, uma intenção de participar com a totalidade do nosso SER. Se quiserem, podem trazer os vossos cristais preferidos ou garrafas de água, para que possam ser energizadas, no centro do círculo, pela Frequência dos mantras e também pela Frequência do Amor dentro dos nossos Corações! 💜 Em seguida, podemos conversar um pouco sobre Yoga ou outros assuntos espirituais que animem o vosso Coração e posso responder a alguma questão que tenham para colocar, caso assim o desejem e caso conheça a resposta, obviamente. A partir das 10h00, podemos então partilhar o nosso pequeno-almoço vegetariano e saudável, como temos feito ao longo dos últimos anos. Cada um pode trazer comida ou bebidas para partilhar! Como de costume, é importante trazer também os recipientes e utensílios para podermos comer e beber e a toalha para colocarmos no chão e fazermos o nosso piquenique.


 



O ano passado, nesta mesma ocasião, escrevi-vos que o Yoga É o que É. E que Eu Sou o que Eu Sou. E também que o Padma Yoga Shala🪷🌿 É o que É, assente e enraizado nos princípios das Leis Universais e da Ordem Cósmica (Dharma धर्म). Tudo à nossa volta continua a transformar-se a uma velocidade extraordinária e, no entanto, certas coisas permanecem, pacíficas e imutáveis. E eu, continuo a não me imaginar a percorrer este caminho de outra forma... Continuo guiada pelo meu Coração, pela minha Alma, pela minha Missão e Dever Pessoal (svadharma) e não tenho qualquer intenção de me afastar dos Valores Elevados que preconiza o Yoga, do meu alinhamento ao Dharma e à Consciência Universal Divina ou da minha integridade, unicamente para encontrar um pouco mais de conforto ou de facilidade no meu dia a dia. Acolho sempre com muita Gratidão, cada aniversário que passa. É sempre um Presente Divino, poder constatar que mais um ano passou e que, apesar de todas as dificuldades e obstáculos que são colocados no nosso caminho, aqui estamos nós ainda, cada um travando as suas próprias batalhas, mas a caminhar juntos e na mesma direcção, cada um ao seu próprio ritmo, de mãos dadas para nos ajudarmos a encarnar plenamente as mudanças que queremos ver manifestadas no mundo... Tais Guerreiros da Luz, avançando passo a passo em direcção da Mais Elevada Expressão da nossa Alma, muitas vezes apenas com a e Deus no nosso Coração, neste mundo que nem sempre nos corresponde ou compreende... E ainda assim, avançando sempre, sempre em frente, em direcção de Quem Realmente Somos...

💜✨🧘‍♀️🪷🧘‍♂️✨💜


Se formos guiados pela Consciência Divina, mesmo que o futuro nos pareça muito sombrio, tudo acabará por se resolver pelo melhor. Porque quando Deus nos guia, é impossível falhar.

Paramahansa Yogananda


📸 de Pedro para o Hotel da Caloura


 

MĀṆḌŪKYA UPANIṢAD

A Māṇḍūkya Upaniṣad é a mais curta das Upaniṣad (उपनिषद्) e pertence ao Atharvaveda.

Escrito em prosa, consiste em doze sūtra que explicam a palavra sagrada AUM (OṀ), os três estados de consciência (vigília, sonho e sono profundo) e o quarto estado transcendente de iluminação, denominado tūriya (तूर्य) ou caturtha, em sânscrito.

A Māṇḍūkya Upaniṣad disserta sobre a importância do Som Oṁ e do seu simbolismo, objecto central da meditação no Yoga.

Esta sílaba mística, também conhecida como Praṇava (प्रणव), é o principal entre todos os mantras pois segundo a tradição todos recebem seu poder através deste som primordial.

A natureza do Oṁ é o Absoluto e ouvi-lo ou entoá-lo é como manifestar próprio Ser Eterno.

1- aum ity etad akṣaram idam sarvam, tasyopavyākhyānam bhūtam bhavad bhaviṣyad iti sarvam auṣkāra eva yac cānyat trikālātītaṣ tad apy auṣkāra eva

OṀ! - Esta palavra imperecível é todo o universo visível. A sua explicação é a seguinte: O que foi, o que é, o que será - na verdade, tudo isso é OṀ, o som primordial. E o que está além destes três estados do mundo do tempo - isso também, em verdade, é OṀ.

2- sarvaṣ hy etad brahma, ayam ātmā brahma, so’yam ātmā catuṣ-pāt

Tudo isso, em verdade, é Brahman. O Ser é Brahman. Este Ser tem quatro estádios ou partes.

3- jāgarita sthāno bahiṣ-prajñaṣ saptāṣga ekonaviṣśati-mukhaṣ sthūla-bhug Vaiśvānaraṣ prathamaṣ pādah

O primeiro estádio ou parte é Vaiśvānara. O seu campo é o estado de vigília. A sua consciência está voltada para fora (sentidos voltados para fora). Tem 7 membros e 19 de bocas, gozando os objectos grosseiros.

4- svapna-sthāno’ntaṣ-prajñaṣ saptāṣga ekonavimśati- mukhaṣ pravivikta-bhuk taijaso dvītiyaṣ pādah

O segundo estádio ou parte é Taijasa. O seu campo é o estado de sonho (cognição interna). A sua consciência está voltada para o interior (sentidos voltados para dentro). Tem 7 membros e 19 bocas, gozando os objectos subtis.

5- yatra supto na kaṣ cana kāmaṣ kāmayate na kaṣ cana svapnam paśyati tat suṣuptam suṣupta-sthāna ekī-bhūtaṣ prajñānā-ghana evānanda-mayo hy ānanda-bhuk ceto-mukhaṣ prājñas tṣtīyaṣ pādah

O terceiro estádio ou parte é Prajna, onde não há qualquer sonho, nem qualquer desejo: é o sono profundo. Neste campo de sono sem sonhos, uma pessoa torna-se indivisível, uma massa indiferenciada de consciência, composta de felicidade e alimentando-se de felicidade. A sua boca é a consciência.

6- eṣa sarveśvaraṣ eṣa sarvajñaṣ, eṣo’ntāryami eṣa yoniṣ sarvasya prabhavāpyayau hi bhūtānām

Este é o Senhor de todos, o Omnisciente, o mestre interior; a fonte de Tudo. Este é a origem e o fim de todos os seres.

7- nāntaṣ-prajñam, na bahiṣ prajñam, nobhayataṣ-prajñam, na prajnañā-ghanam, na prajñam, nāprajñam; adṣṣtam, avyavahārayam, agrāhyam, alakṣaṣam, acintyam, avyapadeśyam, ekātma-pratyaya-sāram, prapañcopaśamam, śāntam, śivam, advaitam,

caturtham manyante, sa ātmā, sa vijñeyaṣ

Isso é conhecido como o quarto estádio: a consciência não está voltada nem para dentro nem para fora, nem os dois ao mesmo tempo, nem é uma massa indiferenciada de consciência, nem conhecimento, nem ignorância; é invisível, inefável, intangível, desprovida de características, inconcebível (além dos 5 sentidos), indefinível, a sua única essência é a consciência de si (cognição pura), que descansa de toda a existência (experiência) relativa; totalmente calma, pacífica, feliz: sem segundo (tempo): este é o Atman, o Ser, o que é para ser realizado.

8- so’yam ātmādhyakṣaram auṣkaro’dhimātram pādā mātrā mātrāś ca pādā akāra ukāra makāra iti

Este Atman, ou Ser, no reino do som é a sílaba OṀ, os acima descritos quatro estádios são idênticos aos componentes da sílaba, e os componentes da sílaba são idênticos aos quatro estádios do Ser. Os componentes da Sílaba são A, U, M.

9- jāgarita-sthāno vaiśvānaro’kāraṣ prathamā mātrā’pter ādimattvād vā’pnoti ha vai sarvān kāmān ādiś ca bhavati ya evaṣ veda

Vaiśvānara, cujo domínio é o estado de vigília, é o primeiro som, A, pois este engloba todos, e porque é o primeiro. Aquele que sabe isto, alcança todos os objectos desejados, ele torna-se o primeiro (identifica-se).

10- svapna-sthānas taijasa ukāro dvitīyā mātrotkarṣāt ubhayatvādvotkarṣati ha vai jñāna-saṣtatiṣ samānaś ca bhavati nāsyābrahma-vit-kule bhavati ya evam veda

Taijasa, cujo domínio é o estado de sonho, é o segundo som, U, porque é superior em excelência, contém as qualidades dos outros dois. Aquele que sabe isto, exalta-se no fluxo de conhecimento e torna-se equivalente a esse conhecimento; na sua família não nascerá ninguém desconhecedor de Brahman.

11- suṣupta-sthānaṣ prājño makāras tṣtīya mātrā miter apīter vā minoti ha vā idaṣ sarvam apītiś ca bhavati ya evaṣ veda

Prajna, cujo domínio é o sono profundo, é o terceiro som, M, porque este é a medida (padrão), em que tudo participa. Aquele que sabe isto, mede (entende) tudo e torna-se tudo (entendimento).

12- amātraś caturtho’vyavahāryaṣ prapañcopaśamaṣ sivo’dvaita evam auṣkāra ātmaiva, saṣviśaty ātmanā’tmānaṣ ya evaṣ veda ya evaṣ veda

O quarto é silencioso: indescritível, um aquietar de todas as manifestações relativas, feliz, pacífico, não-dual. Assim, OṀ é o Atman, em verdade. Aquele que sabe isto, funde o Ser individual na verdade de Atman (Além de toda a manifestação). Sim, o que sabe isto.

Oṁ śantih; śantih; śantih

Oṁ Paz! Paz! Paz!




O SUCESSO do yoga não reside na capacidade de realizar posturas, mas em como isso muda positivamente a maneira como vivemos a nossa vida e os nossos relacionamentos.”

TKV Desikachar

 

Deixo-vos a minha mais profunda e sincera GRATIDÃO pela vossa leitura e atenção e peço-vos que, como de costume, acolham apenas o que ressoa convosco e coloquem de parte tudo o resto!! Agradeço também, com antecedência, a todos aqueles que, cada ano, fazem questão de assinalar comigo esta data, manifestando assim que este espaço não é só meu, mas de todos nós! Muitas são as vezes em que me ouviram dizer que um professor de Yoga só pode existir se houver quem esteja disposto a (des)aprender! O mesmo se aplica a este espaço de prática e de devoção... O Padma Yoga Shala🪷🌿 existe apenas para vocês e graças a vocês e, no final, o que celebramos verdadeiramente, cada ano, é a vossa , a vossa Dedicação, a vossa Presença mas também o vosso Amor e o vosso Carinho, por esta forma de Vida que é o Yoga, que faz que ainda estejamos aqui, ano após ano, 6 anosdepois!

🙏💜🧘‍♀️✨🧘‍♂️💜🙏

Com todo o meu amor e carinho, desejo-vos coragem, bons questionamentos e boas práticas… Dentro e fora do tapete! Para que um dia, possamos ver no mundo, a mudança que ocorre em nós através do Yoga!

Namaste 🙏💜✨ Rita


Kuan Yin


 

ॐ लोकाः समस्ताः सुखिनो भवन्तु

ॐ शान्तिः शान्तिः शान्तिः॥

Oṁ lokā samastā sukhino bhavantu

Oṁ śāntiḥ śāntiḥ śāntiḥ

Oṁ

Que todos os seres, em todos os lugares, sejam felizes.

Que haja Paz, Paz, Paz.




Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page